Contato : +33 (0)4 42 26 40 34 WhatsApp : +33 (0)6 09 01 49 97

Quiquinho observando a Ana “naqueles dias”…

Uma das vantagens de ser preto é que posso desaparecer no sofá lá de casa, basta me deitar e pronto, ninguém me vê. Nesses momentos aproveito a minha invisibilidade para observar a Ana. Volta e meia ela fica diferente, triste, irritada, agressiva, sem nenhuma paciência. Ela tenta explicar a situação usando palavras estranhas como hormônios e menstruação. Não sei o que significam mas com certeza é uma mistura que não deve fazer bem à minha co-inquilina. Tenho a impressão de que uma vez por mês ela entra em um túnel escuro onde tudo fica sem graça e muito difícil em casa e no trabalho. Até as tarefas mais banais se tornam complicadas. Ana fica mais chata do que nunca, mais redonda, com sono e sem nenhuma concentração. Passo esses dias camuflado bem quietinho para não incomodar, mas Nicolas não tem camuflagem e mesmo se tivesse acho que não a usaria, ao contrário, ele faz um esforço enorme para aparecer. Quando ela precisa de colo ele esta sempre lá com toda a calma que o momento necessita. Quanto à Chloé a situação é mais delicada, a “Boneca Linda” não entende o que se passa no corpo nem na cabeça da mamãe, ela fica angustiada quando a Ana está “dodói” e por isso não dorme direito deixando a Ana ainda mais cansada. Ontem, tive a impressão de que os efeitos dos tais hormônios começavam a enfraquecer e a Ana voltava ao normal. Quando vejo minha co-inquilina sorrindo, de bom humor, em paz com o fogão e com ela mesma, dançando abraçada com Chloé e carinhosa comigo me lembro de um romance que ela leu há muito tempo e que falava de um médico chamado Doutor Jeckil e de seu amigo Mister Hide . Acho que todo mundo mundo tem um monstro escondido em qualquer parte, não sei como o da Ana se chama mas pelo que entendi as iniciais do nome dele são T.P.M.

Procurando hospedagem ? 

Clique aqui e veja com quem trabalhamos: Booking. 

A nossa assessoria é gratuita para todos os clientes que optam por se hospedar com os nossos parceiros. Além de contar com a consultoria de quem conhece e mora na Provence, você não paga mais nem um centavo por isso.

Aguardamos o seu mail caso tenha alguma dúvida de como funciona o nosso serviço: site@naprovence.com.

Deixe um comentário

Nota: Os comentários no site refletem as opiniões de seus autores, e não necessariamente as opiniões do portal de internet NaProvence. Você deve abster-se de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem aviso prévio ou explicações.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *