Contato : +33 (0)4 42 26 40 34 WhatsApp : +33 (0)6 09 01 49 97

Um exemplo dos passos necessários para se fazer um mestrado no sul da França.

Para fazer o mestrado em Communication Institutionnelle Internationale (IEP de Aix-en-Provence) passei por várias etapas. A primeira foi a apresentação do visto de estudante que me autorizava a morar na França e do original do diploma brasileiro em comunicação social com todas as matérias estudadas e notas obtidas, tudo traduzido por um tradutor juramentado. A esses documentos foi anexada uma prova de títulos, o que me permitiu fazer o último ano do master em vez de começar a faculdade do zero. Em seguida, passei por uma entrevista – em francês – com o diretor do curso para que ele fizesse uma avaliação dos meus objetivos e, principalmente, do meu nível de francês. Depois de tudo isso ainda esperei até o começo de maio de 2005 para receber a carta da faculdade informando que tinha sido aceita nos quadros do instituto (as aulas por aqui começam em setembro). O curso custou cerca de 800 euros e durou um ano. Mas para obter esse diploma ainda faltava outro passo ainda mais difícil: o estágio obrigátorio. Tentei a France 3 Méditerranée, que tem a sua sede regional em Marselha, e deu certo. Durante quatro meses visitei os estúdios da emissora, acompanhei a rotina da redação, sai com equipes de reportagem e descobri uma maneira totalmente diferente de fazer televisão o que me ajudou a escolher o tema do trabalho final: um estudo comparativo entre a emissora pública francesa e duas das TVs onde trabalhei no Brasil (Globo e TV Justiça). Para os interessados e curiosos o trabalho está em francês e pode ser consultado, basta me enviar um mail solicitando o documento.

Tags:, , , , , ,

One Reply to “Um exemplo dos passos necessários para se fazer um mestrado no sul da França.”

Ana Tereza Merger
29 janeiro 2010
Oi Aretha,
Parabéns pela conclusao do curso e muito boa sorte nessa nova etapa! Quanto ao mestrado lhe daria dois conselhos. O primeiro: saber extamente o que você quer fazer, à partir dai procurar a universidade que lhe interessa e as bolsas que poderia conseguir. Viver no exterior é caro e exige uma parcela de sacrificio. O segundo diz respeito à lingua. Seguir uma especializaçao ou mestrado fora nao é facil, teria aproveitado muito melho a minha estadia na universidade por aqui se falasse melhor o idioma. Entao, se quer mesmo sair do Brasil para estudar arregace as mangas e começe desde ja um curso da lingua que lhe interessa, pelo visto, o francês. Um beijo grande e até a proxima visita.
Responder

Deixe um comentário

Nota: Os comentários no site refletem as opiniões de seus autores, e não necessariamente as opiniões do portal de internet NaProvence. Você deve abster-se de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem aviso prévio ou explicações.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *