Contato : +33 (0)4 42 26 40 34 WhatsApp : +33 (0)6 09 01 49 97

Um futebol morno e sem graça na estréia do Brasil na Copa 2010.

O clima para ver a estréia do Brasil na Copa de 2010 aqui no sul da França não era dos melhores antes mesmo do jogo : chovia torrencialmente, tanto, mas tanto que o meu jardim ficou coberto com cerca de cinco centímetros de água e o departamento do Var – que faz parte da Provence – ficou em alerta orange (a cor indica a gravidade da situação, pior só o rouge – vermelho). Depois de um banho quente – no bebê – e de colocar o fofo no berço – a minha menina foi dormir com os avós – jantei tranquilamente com o maridão aguardando o jogo. As oito e meia os times entraram em campo e o único barulho que ouvi foi o zumbido das cretinas vuvuzelas em torno da TV, fora isso o silêncio ecoava na residência, nem fogos, nem gritos, nada. Bom, com o começo espartano na Seleção em campo a pouca animação que restava foi indo embora. Alguém pode me explicar o que foi aquele primeiro tempo ? Os comentaristas franceses – a Globo Internacional não transmite a Copa por motivos contratuais – não acreditavam que o time da Coréia do Norte estava dando um baile nos brasileiros. Mas garra, mais vontade, mais tudo. No intervalo, deve ter rolado uma mega-super-hiper-bronca, pelo menos é o que imagino já que no começo do segundo tempo o time se mostrava um pouco mais concentrado. Aqui vale uma ressalva, os únicos que pareciam acordados eram Robinho (gente, os comentaristas franceses ficavam babando cada vez que o número 11 pegava na bola, aliás, que alívio ver um jogo de futebol sem os comentários chatos-do-Galvão-sempre-achando-desculpas-para-a-falta-de-jogo-da- seleção), o lateral direito Maicon e o Elano os autores dos gols que salvaram a honra, mas que não lavaram a alma. E Kaká, héééinnnn ? Não vi. E Luis Fabiano? Não fez nada que prestasse. E paf, bastou dormir de novo, e o número 8 da Coréia – não me peça para repetir o nome dele, OK, mal sei os dos brasileiros – mostra que no futebol não é sempre o melhor, o mais famoso e o mais bem pago que marca. Os pequenos coreanos perderam o jogo, mas tive a impressão de que a maior vitória da noite foi deles.

Procurando hospedagem ? 

Clique aqui e veja com quem trabalhamos: Booking. 

A nossa assessoria é gratuita para todos os clientes que optam por se hospedar com os nossos parceiros. Além de contar com a consultoria de quem conhece e mora na Provence, você não paga mais nem um centavo por isso.

Aguardamos o seu mail caso tenha alguma dúvida de como funciona o nosso serviço: site@naprovence.com.

Tags:,

Deixe um comentário

Nota: Os comentários no site refletem as opiniões de seus autores, e não necessariamente as opiniões do portal de internet NaProvence. Você deve abster-se de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem aviso prévio ou explicações.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *