Contato : +33 (0)4 42 26 40 34 WhatsApp : +33 (0)6 09 01 49 97

Pont du Gard, Fontaine du Vancluse e Roussillon: visitas imperdíveis na Provença.

Alugue o seu carro conosco. Saiba como aqui! 

“Acordamos bem cedinho pra saborear com calma o nosso café da manhã com vista para piscina e depois de muitos sucos de maçã e croissants de chocolate resolvemos mudar um pouco os nossos planos para começar o dia indo para a Pont du Gard, um incrível aqueduto romano construído no século I A.C. Saímos de Aix-en-Provence rumo a estrada para a ponte  com o nosso GPS nos guiando por belas paisagens. Não nos preocupamos com o tempo, na Provença, o bom é ver o tempo passar… Em quase duas horas de viagem chegamos ao nosso destino : a Pont du Gard ! A ponte é impressionante, gigantesca, intacta…uma obra de arte e a  infraestrutura do local não deixa por menos : cinema, museu, restaurantes, lojinhas e sorveterias que são extremamente essenciais no verão! Pagamos apenas o estacionamento,  válido durante o dia todo (cerca de 10 euros). Encontramos famílias aproveitando o sol, crianças que andavam de bicicleta e alguns corajosos que nadavam nas águas frias (até um Bernese Mountain Dog estava se esbaldando) e cristalinas do rio Gard. Claro que eu tive que molhar meus pézinhos…hehehe. Para descer até a pequena margem é necessário se aventurar por trilhas…eu resolvi descer sentada, melhor que cair de cara, né?! Mas depois de descer, sentada-com-tripé-e-máquina-fotográfica-para- molhar-os-meus-pézinhos, eu precisava subir…Com a ajuda do maridão foi fácil, o difícil mesmo foi se despedir desse lugar incrível…aproveitamos toda a infra-estrutura que o local oferecia e aproveitamos pra almoçar em uma sombra merecida.

A nossa próxima parada seria Fontaine de Vaucluse mas Avignon ficava no meio do caminho e seria praticamente um pecado não passar por lá…e foi o que fizemos, só passamos mesmo. Chegamos a entrar na cidade de carro, demos algumas voltas em torno da muralha e para a nossa surpresa a cidade estava em festa por causa do maior festival de teatro do mundo. E o mais divertido era ver tudo isso acontecendo ao mesmo tempo em que os nativos viviam tranquilamente a sua a vida, carregando baguettes, tomando sorvete perto de uma fonte… Como não ficamos na cidade vamos ter que voltar um dia pra sentar na praça e conhecer o famoso Palais des Papes. Chegamos a estacionar o carro para ver a Ponte Saint Benezet que é belíssima e está pela metade…essa ponte foi edificada no século XII e foi quase destruída várias vezes pelas cheias do Rio Rhône. Tínhamos que pagar para atravessá-la e – como o tempo estava passando e o nosso foco era outro – pegamos o carro e fomos em direção à Fontaine de Vaucluse.

Foram quase 50 km para chegarmos ao novo destino. Nessa pequena vila encantadora nasce o rio Sorgue que atravessa a cidade repleta de lojinhas de artesanato local, tudo isso embalado pelo som das cigarras. Assim como adoro carrosséis, fontes, praças…também adoro rodas d’água. Encontrei duas aqui na vila e uma delas é uma atração por si só, onde você pode observar todo o seu mecanismo. Continuamos subindo seguindo as margens do rio embalados pelo barulho das águas até que avistamos uma enorme falésia branca com mais de 200 metros, onde estava localizada a fonte dessas águas incrivelmente transparentes.

A nossa tarde estava acabando, mas decidimos seguir mais 25Km rumo a Roussillon, um vilarejo no topo de falésias de ocre (que podem ser visitadas, como chegamos tarde, não conseguimos, humpf!). As tonalidades das casas variam do amarelo até o vermelho com direito a janelas púrpuras ou verdes. Como chegamos com o pôr do sol, ou seja, cerca de 20h, tudo parecia deserto. Enquanto o marido se entendia com a máquina de pagar o estacionamento, vimos um senhor saindo de sua casa carregando um saco de lixo, e só. Subimos, descemos, subimos de novo até que encontramos o centro…e era lá que nós e mais alguns poucos turistas que restavam estavam jantando nos bistrots animados. As crianças brincavam de pega-pega na praça e o cheiro da culinária provençal estava por toda parte. E foi em Roussillon que fizemos a nossa melhor refeição. Nunca vou esquecer da simpatia do dono ensinando ao meu marido a pedir a conta em francês e dizendo como é importante não mudar nenhum acompanhamento dos pratos! E o cheiro e o sabor daqueles pratos…Ai ! Meu Deusssss!!! Optei por uma massa com molho de tomates com muito azeite e manjerona, os meus pais não resistiram à carne de porco e o meu marido escolheu o atum com ervas da provença. E foi assim que terminamos o nosso segundo dia na Provence : enquanto jantávamos o sol se despediu deixando a vila ainda mais encantadora. Uma imagem que deixou saudades…”

Texto e fotos de Adriana Barundi do Carrossel de Sonhos.

Procurando hospedagem ? 

Clique aqui e veja com quem trabalhamos: Booking. 

A nossa assessoria é gratuita para todos os clientes que optam por se hospedar com os nossos parceiros. Além de contar com a consultoria de quem conhece e mora na Provence, você não paga mais nem um centavo por isso.

Aguardamos o seu mail caso tenha alguma dúvida de como funciona o nosso serviço: site@naprovence.com.

Tags:, , , , , , , , ,

2 Replies to “Pont du Gard, Fontaine du Vancluse e Roussillon: visitas imperdíveis na Provença.”

Adriana
14 fevereiro 2011
Uau, Aninha, muito obrigada, mais uma vez! Preciso encontrar tempo para postar sobre a Cote d'Azur e os vilarejos da regiao! Estou trabalhando muito, graças a Deus! hehe Morri de rir no post com a foto do Papai Noel "assustando" ao Theo e a Chloe! Tadinhos! RS! Espero que possamos, em breve, tomar um sorvete em uma das belas praças de Aix!!! Mérci, Aninha! bisous
Responder
    AnaTe
    15 fevereiro 2011
    Oi Dri! Vou ficar torcendo para que esse sorvete role mesmo! Vai ser um prazer "conhecê-la" de verdade. E quando postar algo novo sobre a regiao me avise. Beijos!
    Responder

Deixe um comentário

Nota: Os comentários no site refletem as opiniões de seus autores, e não necessariamente as opiniões do portal de internet NaProvence. Você deve abster-se de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem aviso prévio ou explicações.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *