Tel: +33 44 226 4034 • Cel: +33 60 901 4797 • Fax: +33 44 227 2862 site@naprovence.com
Horário local: 12:47 hrs • Atendimento em horário comercial (das 9:00 às 17:00 hrs)

Agência de viagem especializada no sul da França

O Cours Mirabeau é a principal avenida de Aix-en-Provence.

O Cours Mirabeau é a principal avenida de Aix-en-Provence.

Não podemos falar de Aix-en-Provence sem mencionar o Cours Mirabeau. A  avenida, considerada por  muitos uma das mais bonitas da França, é a principal artéria da cidade desde o século XVII quando foi construída. Rapidamente as maiores famílias aixoises trataram de se instalar no “cours” em mansões espetaculares e que continuam a fascinar ainda hoje. Veja aqui onde elas estão e o que abrigam. O cours que recebeu o nome de um renomado jornalista e escritor – uma escultura que o representa está exposta no Museu Granet – é o local preferido para se aproveitar as tardes para se tomar um café, comer um calisson e curtir o vai-e-vem de turistas. De um lado do cours Mirabeau estão restaurantes conhecidos como o Deux Garçons, frequentado por Paul Cézanne, Picasso e outras celebridades, o Irish Pub e um dos meus preferidos o Bistrot Romain (especializado na cozinha italiana), onde os pratos são deliciosos e têm preços que não são tão salgados. Você também encontra lojas, sorveterias, livrarias e o Monoprix (roupas, produtos de beleza, maquiagem, artigos para escola, casa, livros, padaria e um supermercado no sub-solo que pode quebrar um galho enorme para quem não está de carro). No lado oposto estão sedes de bancos, consultórios, o cinema Renoir (único onde você vai ver filmes em versão original), caixas eletrônicos, galeria de arte e no fim do ano é instalado aqui o mercado de Natal com os seus chalés e produtos artesanais. No centro da avenida – funcionando como decoração  e balões  – algumas das mais belas fontes da cidade e para terminar uma estátua do rei René, que foi...
Onde encontrar guaraná na Provença?

Onde encontrar guaraná na Provença?

Você não vai encontrar guaraná facilmente em qualquer supermercado da Provença. As poucas vezes que vi uma garrafa da bebida foi em gôndolas especiais criadas com produtos exóticos, que funcionam como um atrativo a mais (semana do Brasil, da China, etc.). Parei de pensar no guaraná até que descobri, pelo intermédio da Paula, a minha empregada portuguesa, o Supermercado Barato. Ele fica em Marselha e vende produtos lusitanos e brasileiros. Além do guaraná (que não é Antártica), também encontrei risoles, croquetes, goiabada e bolinho de bacalhau. Os preços são razoáveis, paguei 4,35 euros por três garrafas de 1,5 de guaraná. Supermercado Barato, 34, Bd. Ferdinand de Lesseps,...

Hábitos do francês da Provence: o que fazer para facilitar a adaptação.

“Em Roma como os romanos”. Veja alguns hábitos dos franceses da Provence que devem começar a fazer parte do seu novo dia-a-dia. Espero que as dicas facilitem a sua vida por aqui. Em festas : – não tente improvisar nada, os franceses não gostam de improvisos, se quiser fazer qualquer coisa em casa comunique aos amigos com antecedência ou você corre o risco de ter que mudar a data da festa por falta de convidados, – durante a primavera e verão todo mundo faz churrasco, almoços, jantares, é o momento de convidar e de ser convidado, o que exige uma agenda muito mais organizada, – não ache estranho se encontrar homens com camisa de manga curta ou mulheres com vestidinhos simples em um casamento, com a chegada do verão alguns franceses maltratam a elegância e põe a desculpa no calor, – não espere dançar até tarde da noite em uma festa, por aqui saímos para jantar e não para dançar, com raras exceções, – leve uma garrafa de vinho sempre que convidado para um jantar ou almoço, – os franceses estão habituados a comer bebendo apenas água ou vinho, nem tente oferecer Coca-Cola ou suco de laranja para acompanhar a refeição, esse tipo de bebida na França é aperitivo, e só, – cumprimente com dois beijinhos no rosto os conhecidos e amigos, os beijinhos são comuns até entre os homens, – não estranhe se não for convidado para os aniversários das crianças, que começam e terminam com hora marcada, e aonde só vão, crianças ! – não perca o seu tempo fazendo docinhos brasileiros para os franceses, a maioria acha...
Uma dica para quem está chegando na França e não conhece muito bem os legumes e verduras da região.

Uma dica para quem está chegando na França e não conhece muito bem os legumes e verduras da região.

Você sabe qual foi uma das maiores aventuras que vivi assim que cheguei por aqui? Fazer o supermercado pela primeira vez. Não acredita? Então é só imaginar o Carrefour ou o Extra que você tem perto da sua casa e substituir o português pelo francês em todas as informações das gôndolas, nas etiquetas e nas embalagens dos produtos. Ainda acha que é bobagem? “Ohhh, Ana basta olhar a foto ou perguntar a alguém para saber o que é, né?!” Ah, é, é ? Perguntar algo para um francês quando a gente mal diz bonjour é uma missão ingrata. E quando o assunto são os legumes e as verduras? Com a alface não houve nenhum problema, afinal, mesmo que se chame salade em francês, a alface tem cara de alface em qualquer lugar do mundo. Mas e o navet e o poireaux? Então, fácil, não é? Não é não, minha linda! Para ser bem honesta com você eu não conhecia nenhum desses legumes antes de vir para a França, como disse outras vezes, cozinhar nunca foi o meu forte. Mas depois de alguns anos de vida na Provence começei a descobrir o potencial de uma culinária criativa, deliciosa e saudável que usa muitos legumes, principalmente no inverno. Para simplificar a vida compro um pacote de légumes à potage com 1Kg e meio ou 2Kgs de legumes variados: cenouras, navet (o nosso nabo, que nesse caso é redondo), cebola, poireaux (alho-por?), repolho e um buquê feito de louro e de tomilho. Não precisa se preocupar em tirar o elástico usado para amarrar os temperos, ele é feito para ser usado com fins...
14 de fevereiro: dia dos namorados na França, já pensou em encomendar as flores?

14 de fevereiro: dia dos namorados na França, já pensou em encomendar as flores?

Impossível passar o Dia dos Namorados sem flores, por isso segue uma listinha com alguns preços para você ter uma idéia de quanto custa ser romântico por aqui: • 1 rosa vermelha – 1,49 euros (LiDL), • Bouquet de 10 rosas – 3,99 euros (LiDL), • Planta florida em pote decorado – 6,79 euros (LiDL), • Bouquet Sonata Rouge – 6 euros (Carrefour), • Bouquet com 10 flores variadas – 7,95 euros (Supermercado Géant Casino), • Orquídea Phalenópolis em pote de 12 cm em cerâmica – 9,90 euros (Carrefour), • Orquídea Phalenópolis em pote de 70cm em vidro – 14,90 euros (Carrefour), • Orquídea Catleya – 14,90 euros (Villaverde), • Orquídea Cymbidium Pico Bello – 29,90 euros (Villaverde), • Bouquet de flores variadas – de 5 a 30 euros, dependendo do tamanho (mercado das flores de Aix-en-Provence, Place de l’Hôtel de Ville, todas as manhãs às terças, quintas e...