Contato : +33 (0)4 42 26 40 34 WhatsApp : +33 (0)6 09 01 49 97

Hábitos do francês da Provence: o que fazer para facilitar a adaptação.

“Em Roma como os romanos”. Veja alguns hábitos dos franceses da Provence que devem começar a fazer parte do seu novo dia-a-dia. Espero que as dicas facilitem a sua vida por aqui.

Em festas :
– não tente improvisar nada, os franceses não gostam de improvisos, se quiser fazer qualquer coisa em casa comunique aos amigos com antecedência ou você corre o risco de ter que mudar a data da festa por falta de convidados,

– durante a primavera e verão todo mundo faz churrasco, almoços, jantares, é o momento de convidar e de ser convidado, o que exige uma agenda muito mais organizada,

não ache estranho se encontrar homens com camisa de manga curta ou mulheres com vestidinhos simples em um casamento, com a chegada do verão alguns franceses maltratam a elegância e põe a desculpa no calor,
– não espere dançar até tarde da noite em uma festa, por aqui saímos para jantar e não para dançar, com raras exceções,
leve uma garrafa de vinho sempre que convidado para um jantar ou almoço,
os franceses estão habituados a comer bebendo apenas água ou vinho, nem tente oferecer Coca-Cola ou suco de laranja para acompanhar a refeição, esse tipo de bebida na França é aperitivo, e só,
cumprimente com dois beijinhos no rosto os conhecidos e amigos, os beijinhos são comuns até entre os homens,
– não estranhe se não for convidado para os aniversários das crianças, que começam e terminam com hora marcada, e aonde só vão, crianças !
– não perca o seu tempo fazendo docinhos brasileiros para os franceses, a maioria acha “brigadeiro” e “beijinho de côco” coisa de “criança” e “muito “doce”,

No trânsito :
– assim que obter o Titre de Séjour definitivo troque a sua carteira de motorista brasileira por uma francesa (você tem um ano para fazer essa troca que não vale para quem tem visa de estudante),
não buzine,
sempre que puder use o ônibus, o sistema é ótimo, não é caro (o bilhete custa um euro) e as linhas cobrem toda a cidade,
carrinhos de bebê enormeeeees não tem permissão para entrar nos ônibus, prefira os carrinhos mais leve e pliantes para evitar o constrangimento,
cobrador não existe, pague o seu bilhete diretamente ao motorista,

– aliás, frentista e flanelinha também não,

Na rua :
bonjour/bonsoir (bom dia/boa noite), s’il vous plaît (por favor), pardon (desculpe) e merci (obrigado) são absolutamente necessários, aprenda e comece a usar logo,
se você não conhece a pessoa a trate com o vous, o tu só é usado entre conhecidos, ou seja, você vai precisar conhecer um montão de verbos nas duas pessoas para começar a conversar direito com alguém,
cuidado com o cocô de cachorro, apesar das multas e de muita gente educada que anda com um saquinho dentro da bolsa para recolher e jogar no lixo o cacá du chien, sempre tem aquele que foge à regra, e se já é chato em tempo bom, quando chove você não pode imaginar o horror que é,

No comércio :
se prepare para comprar tudo à vista, compra parcelada no cartão ou em cheque existe em alguns casos e só para coisas grandes, a blusinha de 12 euros dividida em seis vezes, nem em sonho,
– começo a ver muitos cartazes que anunciam problemas com o cheque, ou seja, o pagamento à vista feito pelo cartão é sempre preferencial e com ele você não vai ter nenhuma dor de cabeça,

No supermercado :
francês não usa leite condensado para fazer doce, por isso você não vai encontrar facilmente as latinhas da “Moça” por aqui, e quando encontrá-las veja se elas realmente têm açucar algumas opções são non sucré,
– os supermercados de hard discount são muito, muito, muito mais baratos do que os tradicionais, mas evite comprar carne bovina e produtos congelados nesses lugares. Nada oficial, apenas pessoal,
leve sacolas para os supermercados, os saquinhos de plásticos foram abolidos há um bom tempo,
– tenha sempre um jeton com você ou uma moedinha de 1 euro para poder tirar o carrinho da corrente de segurança, este jeton pode ser obtido no accueil (recepção) do supermercado,
comprar frutas, legumes e verduras frescas no mercado do centro da cidade é um ritual quase sagrado, mesmo que tudo seja relativamente mais caro que em um supermercado, mas depois que a gente conhece um mercadinho a gente entende bem o por quê,

No departamento de estrangeiros da sub-prefeitura :
chegue cedo para pegar uma boa senha ou vai passar o dia esperando,
leve todos os documentos prontos,
– não tente usar fotos brasileiras na França, o padrão para os documentos franceses é outro,
– não adianta pedir, sorrir, nem ficar bravo, aqui não tem jeitinho que dê jeito, muitos departamentos públicos fecham às 16h30, e outros não abrem todos os dias, verifique os horários de funcionamento antes de sair de casa.

Se você se lembra de outro detalhe que não está nesta lista basta me enviar um mail para que o post seja completado com a sua informação. Obrigada.

Procurando hospedagem ? 

Clique aqui e veja com quem trabalhamos: Booking. 

A nossa assessoria é gratuita para todos os clientes que optam por se hospedar com os nossos parceiros. Além de contar com a consultoria de quem conhece e mora na Provence, você não paga mais nem um centavo por isso.

Aguardamos o seu mail caso tenha alguma dúvida de como funciona o nosso serviço: site@naprovence.com.

Tags:, , , , , ,

9 Replies to “Hábitos do francês da Provence: o que fazer para facilitar a adaptação.”

evipensieri
3 março 2010
Ah Ana!

Esses verbos estão me matando.
A impressão que tenho é que não vou conseguir decorar tudo nunca.

Bjs.
Elvira
Responder
Bubusca
4 março 2010
Ai, quando eu penso quando cheguei poraqui e que tive que aprender tudo isso... mas agora eu uso os mesmos costumes quando vou pro Brasil e é isso que parece estranho :o)
Sabe que minha sobra também tem raízes armenianas? Ela se chama Sympadian. O pai e a mãe dela eram armenianos. No ano passado a gente fez uma viagem "daquelas" pra Erevan, pra ir ver de onde vinham essas raízes. Foi emocionante.
Bjks
Tereza (Bruxelas)
Responder
Andrea Lima
16 março 2010
Na Espanha nao posso dizer que as coisas sao tao "formais" quanto a França, talvez nem seja a Espanha em si, mas sim a regiao que vivo, Andalucia, que seria o nosso nordeste brasileiro, creio eu... a diferença se nota, e obviamente os costumes sao outros...
O que mais me chocou qdo cheguei, foi a "siesta", a maioria do comércio fecha entre as 13,30hs e 14hs e só volta a abrir depois das 17hs. Rsss...
Lógico que isso nao acontece nas grandes cidades, mas nos "pueblos" sim!
AH, os homens aqui também se "saludan" com beijinhos e para todos os casos também sao dois .
Legal esses toques!
bjs
Responder
Anonymous
23 março 2010
Bem que esse costume de festas com horário pra começar e acabar podia "pegar"aqui no Brasil...
Nada mais inoportuno que o pai de algum pequeno que bebe demais no aniversário da sobrinha e não vai embora nunca mais... :)
Responder
Samara Rodrigues
25 outubro 2010
Olá!!! Será que alguém em aix-in-provence pode me ajudar???? Cheguei ontém na cidade e estou doida por um curso de francês par estrangeiros..desses que se faz por semanas... EStou acompanhando meu esposo que estar a trabalho e quero unir o putil ao agradável..enquanto ele trabalha eu aprendo francês. Agradeço muito se alguém poder me ajudar..
Responder
    AnaTe
    26 outubro 2010
    Oi Samara, seja bem-vinda! Procure o IS Aix-en-Provence, no blog vc encontra dicas e opinioes de outros brasileiros sobre essa escola. Vou estar por aqui se precisar de algo mais, beijos e boa sorte!
    Responder
Antonio
29 outubro 2010
Ola, preciso de informacoes concretas de como trocar a Carteira de Motorista Brasileira pela Francesa: aqui segue algumas perguntas: No momento que eu me registrar na prefeitura com meu endereco Frances, quais documentos devo levar para provar que vivo neste endereco? Possuo Passaporte Italano entao sou um EU, portanto nao preciso de visto, mas o que mais preciso levar? Posso dar entrada na troca da CHH no mesmo dia que eu me registrar que vivo na Franca? ou devo esperar 185 dias como em portugal? quanos dias demora para a CNH Francesa demora para ficar pronta? eles enviam uma carta avisando que ficou pronta para ir retirar ou enviam a CNH Francesa para meu endereco? Obrigado
Responder
Adelane
18 fevereiro 2013
Oi Anatê! O NaProvence é encantador, sempre que possível passo aqui e leu as publicações. Parabéns!
Responder
    Anatê Merger
    18 fevereiro 2013
    Oi Adelane, obrigada pela visita carinhosa. Volte sempre e divulgue aos amigos! Um abraço!
    Responder

Deixe um comentário

Nota: Os comentários no site refletem as opiniões de seus autores, e não necessariamente as opiniões do portal de internet NaProvence. Você deve abster-se de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem aviso prévio ou explicações.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *