Contato : +33 (0)4 42 26 40 34 WhatsApp : +33 (0)6 09 01 49 97

Gordes, o vilarejo dos Bories e a Abadia de Nossa Senhora de Sénanque

Antes de chegar ao nosso principal objetivo, fazemos uma pausa  à apenas sete minutos de Gordes, no curioso vilarejo dos Bories, classificado como o monumento histórico do gênero mais importante da região em 1977. Uma cidade feita em pedra, com casinhas que parecem iglus e que parou no tempo como a sua vizinha famosa: Gordes.

O primeiro encontro que temos com esta cidade é mágico, assim como a imagem que guardamos dela.

Temos a impressão que vemos uma cena do passado, de uma realidade que ficou parada no tempo, encravada na rocha, como se o próprio tempo também precisasse de pausas.

Classificada como uma “das mais belas cidades francesas” Gordes fica no Vale do Luberon, a 78,9 km de Aix-en-Provence (aproximadamente uma hora de viagem). Deixamos o carro no estacionamento público a 2km do centro e começamos a subir.

O esforço é recompensado pela vista de uma cidade espetacular no topo da colina onde, outrora, os moradores se refugiaram de inúmeras invasões, guerra de religiões, da peste, de dois terremotos e de um bombardeio no fim da Segunda Guerra. Séculos de história que remontam a antiga Gália quando Gordes já fazia parte dos mapas romanos.

Voltando ao presente, e à nossa subida, precisamos dar mais alguns passos para chegarmos ao centro e ao castelo. Reconstruído em 1525, ele já existia em 1031. Bem conservado e restaurado com cuidado, ele une as arquiteturas de uma fortaleza feudal à uma casa da Renascença. O edifício tem duas torres redondas, com terraços para a artilharia e altos muros de três andares com várias aberturas para as armas. Em 1996, o castelo foi transformado no Museu Pol Mara (1920-1998), pintor contemporâneo belga que habitava a cidade. Hoje, ele abrita uma série de exposições temporárias.

A fachada do castelo se abre para o centro-velho onde um labirinto de ruas estreitas leva os turistas a descobrirem casas de pedra branca que se alinham em espiral em torno do rochedo habitado por pouco mais de 2 mil pessoas.

Antes de descer a colina não hesite em tomar um café ou um sorvete em um dos vários bares espalhados em torno do castelo. O “menu” (entrada, prato principal e sobremesa) em um dos restaurantes sai, em média, por 22€ por pessoa.

A próxima parada é logo embaixo da colina na Abbaye Notre-Dame de Sénanque, a 2,3 Km de Gordes.

Instalada no meio de um vale verdejante, ela continua sendo a moradia de monges que produzem mel, essência de lavanda e licor. Todo o prédio da abadia da Imaculada Conceição – século XII – é aberta à visita, assim como as missas.

Gostou? Siga o nosso Instagram para mais informações, fotos e vídeos sobre a Provence: @na_provence

Tags:, , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Nota: Os comentários no site refletem as opiniões de seus autores, e não necessariamente as opiniões do portal de internet NaProvence. Você deve abster-se de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem aviso prévio ou explicações.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *