Contato : +33 (0)4 42 26 40 34 WhatsApp : +33 (0)6 09 01 49 97

Viajar é preciso…para a Provença!

Alugue o seu carro conosco. Saiba como aqui! 

Há um ditado provençal que diz que “um caminho bonito nunca é longo”. Embaladas por esse pensamento, no ímpeto de realizar um sonho, foi que fizemos as malas, sem pensar nas dificuldades das línguas (francês e italiano), com muita coragem e pouca experiência e voamos em direção à França e à Itália. 

A vontade, o desejo de desvendar pelo menos uma pequena parte desde celeiro de cultura, beleza, gastronomia e história. Sem nos preocuparmos com o universo de compras e o glamour de Paris e Roma, mas não deixando de passar os olhos femininos famintos pelas vitrines dessas duas maravilhosas cidades, afinal de contas ninguém é de ferro! A partir desse ponto foi que a viagem realmente começou a ficar muito interessante.

Com um GPS não muito confiável (rsrs) partimos nessa aventura que se tornou inesquecível. Tipo Thelma e Louise, mas com um começo e final feliz. 

A Provence é inspiração antiga, conhecê-la alimentava nosso imaginário. Começando por Marseille, cidade portuária e uma das mais antigas da França. Mas o deslumbramento começou pelas vielas cheias de estudantes charmosos e cafés frequentados por Cézanne, fontes e flores nas janelas e uma culinária digna dos deuses… Aix-en-Provence cheia de beleza e delicadezas. 

Seguimos para Orgon com sua belíssima vista do Monastére de Beauregard… Cavaillon, é preciso muito fôlego para cumprir em tão pouco tempo o roteiro que nos propusemos fazer, de qualquer forma a dica é alugar um carro para ter liberdade de parar onde o coração mandar. Até que chegamos à famosa e imponente Avignon, cidade que remonta aos anos 500 a.C que chegou a competir com Roma no controle da religião católica. 

Continuando pelos caminhos provençais seguimos para a região de vinícolas de Luberon, onde conhecemos o “Château de Clapier” e degustamos vinhos deliciosos; no entanto, surpresas ainda nos esperavam,  Manosque e a maravilhosa fábrica da l’Occitane. E os dias da Provence estavam terminando e tanta coisa ainda pra ver… sempre com gosto de quero mais… com direito à muitos retornos. 

O que se sabe, na verdade, é uma licença poética: não existe tal região chamada Provence, ao menos oficialmente – o que descobri há pouco tempo. Onde se começa e termina a “roça” charmosa francesa, tem sido tarefa para escritores e artistas, segundo a revista “Viagem” .

Viagem de Claudia Guido e Ana Maria Morais em setembro e outubro de 2011.

Viagem, texto e fotos: Cláudia Guido.

Procurando hospedagem ? 

Clique aqui e veja com quem trabalhamos: Booking. 

A nossa assessoria é gratuita para todos os clientes que optam por se hospedar com os nossos parceiros. Além de contar com a consultoria de quem conhece e mora na Provence, você não paga mais nem um centavo por isso.

Aguardamos o seu mail caso tenha alguma dúvida de como funciona o nosso serviço: site@naprovence.com.

Tags:, , , , , , , ,

Deixe um comentário

Nota: Os comentários no site refletem as opiniões de seus autores, e não necessariamente as opiniões do portal de internet NaProvence. Você deve abster-se de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem aviso prévio ou explicações.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *