Contato : +33 (0)4 42 26 40 34 WhatsApp : +33 (0)6 09 01 49 97

São onze os museus de Aix-en-Provence.

Museu Granet:

Um dos maiores museus da região conta com coleções extraordinárias (pintura, escultura, arquelogia). Fazem parte do acervo nove quadros de Cézanne e diversas obras dos maiores nomes da arte moderna: Picasso, Giacometti, Fernand Léger, Paul Klee, Balthus, G.Morandi, Bram Van Velde, Nicolas de Staël, Tal Coat. No Musée Granet, antiga escola de desenho publica onde Cézanne estudou, você também vai encontrar uma série fascinante de obras do século XIV ao século XIX: pinturas flamengas, italianas e holandesas (Guardi, Rembrandt, Rubens) e a escola francesa do século XVII ao XIX (David, Ingres, a escola provençal).

Museu de Tapeçaria:

Coleção de tapeçarias dos séculos XVII e XVIII e mobiliário das casas de aparato dos arcebispos.

Museu de História Natural:

Coleções de ovos e ossadas de dinossauros (65 milhões de anos), de insectos e de plantas da região de Aix. Uma das salas é dedicada à pré-história.

Museu Antigo de Aix:

Arte e tradições populares (grandes marionetes articuladas em madeira).

Pavilhão de Vendôme:

Móveis, pinturas, desenhos, objetos de arte que procuram reconstituir o espaço dos hotéis de Aix no fim do século XVII e início do século XVIII.

Museu Paul Arbaud:

Rica coleção de porcelana provençal, algumas pinturas e esculturas, uma biblioteca (manuscritos, livros com encadernações preciosas, uma abundante iconografia e patrimônio de arquivos privados).

Fundação Vasarely:

Coleção permanente inovadora (42 obras integradas na arquitetura). Áudio-guia para a exposição permanente (francês, inglês e alemão).

Memorial de Milles:

A Fábrica de Telhas de Milles foi, ao mesmo tempo, o único campo francês de internamento, de passagem de mercadorias e depois e deportação. A associação do vagão de memória propõe visitas guiadas ao local.

Oppidum d’Entremont:

A norte de Aix-en-Provence situam-se as ruínas da capital de Salyens, uma população constituída por um carácter indígena lígure misturada com imigrantes celtas.

A Casa Sainte Victoire:

A 20 minutos do centro da cidade encontra-se um espaço museográfico com um espetáculo multimédia que relata a história natural (geologia, paleontologia, fauna, flora) e a história humana (arqueologia, Cézanne…) da montanha Sainte-Victoire.

Ecomuseu da floresta mediterrânea:

Parque florestal com 13 hectares e espaço museu: a floresta mediterrânea, ideias e conhecimentos sobre o ambiente, valor e riqueza da floresta, património florestal tão rico como frágil.

Procurando hospedagem ? 

Clique aqui e veja com quem trabalhamos: Booking. 

A nossa assessoria é gratuita para todos os clientes que optam por se hospedar com os nossos parceiros. Além de contar com a consultoria de quem conhece e mora na Provence, você não paga mais nem um centavo por isso.

Aguardamos o seu mail caso tenha alguma dúvida de como funciona o nosso serviço: site@naprovence.com.

Tags:, , ,

Deixe um comentário

Nota: Os comentários no site refletem as opiniões de seus autores, e não necessariamente as opiniões do portal de internet NaProvence. Você deve abster-se de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem aviso prévio ou explicações.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *