Contato : +33 (0)4 42 26 40 34 WhatsApp : +33 (0)6 09 01 49 97

Escolaridade na França.

“Boa tarde Anatê. Primeiramente parabéns pela site!
Irei morar em Paris por 2 anos a partir de SET/2014,e tenho duas filhas que terão, à época, 12 e 7 anos.
Estou preocupado com a Escola das meninas e, ao regressar ao Brasil, como seria o nivelamento por aqui. Você acha que seria interessante estudarmos em casa com elas, além da escola, enquanto morarmos aí, facilitaria a readaptação à escola no Brasil? A minha preocupação é com a menor de 6 anos pois ela está aprendendo a ler e escrever este ano e ano que vem já estaria estudando numa escola francesa. Coloquei as duas em aula particular de francês desde de JUN do ano passado mas esse ponto do nivelamento aqui no Brasil me preocupa. Poderia me ajudar com algumas informações sobre o ensino francês x brasileiro? Desde já agardeço o apoio. Luiz”
Quem responde ao Luiz é a Rosana que viveu essa mesma experiência na Provence: 
“Oi Luiz,
Passei por essa experiência e já estou há um ano de volta ao Brasil. Chegamos na França falando somente BONJOUR et MERCI, pois meu marido é militar e tivemos apenas 20 dias para fazer tudo de tudo : passaporte, mudança, documentação escolar etc.
O meu filho na época tinha 8 anos e minha filha 14. Ela foi para uma escola internacional então facilitou um pouco pois falavam inglês também. Ele não . Uma escola comum sem direito a adaptação. Foi difícil mas as crianças tem mais facilidade que os adultos e com 3 semanas até já almoçava na cantina.
Lhe aconselho, não sei como é em Paris pois morei no Sul, a coloca-los em escola particular. A mensalidade gira em torno de 50€. A cantina é paga e custa cerca de 6€ por dia tanto na particular como na publica.
Não se preocupe com a volta pois se for necessário coloque um professor particular para português, geografia e história do Brasil. Achei que fosse precisar mas não foi necessário e o Felipe, o meu filho, se adaptou muito bem. Eu ajudava nos primeiros meses com as lições e provas. Normalmente as escolas exigem uma prova de nivelamento , ou melhor é exigência do MEC, mas vai depender da escola. Na escola dele usaram as notas das primeiras provas pois viram que ele estava indo bem. Ele nao precisou repetir de ano e, apesar de ter saído da França em abril e o ano só terminar em junho ele teve aprovação da escola francesa para passar para o ano seguinte então ficou tudo normal.
Quanto à minha filha ela ainda esta na França terminando o ensino médio e só volta no final do ano.
Se for colocar em escola publica vai depender do seu endereço de lá e a prefeitura vai lhe orientar. A escola também vai ver o que será melhor para elas pois sairão na metade do ano daqui e lá estará começando o ano escolar.
Acho que só deve se preocupar em se adaptar bem e curtir tudo o que esse país maravilhoso tem a oferecer a você e sua família. O aprendizado da língua, os costumes, etc. Será uma experiência maravilhosa. Quanto ao nivelamento da volta não se preocupe, em 2 ou 3 meses elas estarão readaptadas. Agora os adultos ….levei quase um ano e ainda sinto muita falta da minha Provence.
Na volta você deve traduzir o histórico escolar francês com um profissional especializado do consulado.
Espero que tenha ajudado em alguma coisa.
Se precisar não  hesite em perguntar.”
Depoimento de Rosana Torres. 

Procurando hospedagem ? 

Clique aqui e veja com quem trabalhamos: Booking. 

A nossa assessoria é gratuita para todos os clientes que optam por se hospedar com os nossos parceiros. Além de contar com a consultoria de quem conhece e mora na Provence, você não paga mais nem um centavo por isso.

Aguardamos o seu mail caso tenha alguma dúvida de como funciona o nosso serviço: site@naprovence.com.

Tags:, , ,

2 Replies to “Escolaridade na França.”

Jadismar Figueiredo
9 novembro 2013
Qual o horário que as crianças vão a escola na frança?
Responder

Deixe um comentário

Nota: Os comentários no site refletem as opiniões de seus autores, e não necessariamente as opiniões do portal de internet NaProvence. Você deve abster-se de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem aviso prévio ou explicações.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *