Contato : +33 (0)4 42 26 40 34 WhatsApp : +33 (0)6 09 01 49 97

Casei na França, e agora?

securedownload“Bonjour Anaté e equipe do site!

Sou Josi, casei dia 10 de Maio aqui em Sainte-Genevieve-Des-Bois (91) e com a ajuda do site e muita pesquisa, tudo ocorreu direitinho. Vim como turista, casei, curti a lua de Mel e retornei ao Brasil para o solicitAr o visto de “esposa de cidadão francês” cujo nome em francês eu não recordo! No consulado da França no Rio de Janeiro tudo ocorreu bem e em 15 dias eu estava com o meu visto em mãos!

Sobre a cerimônia, eu achei muito legal a forma como tudo aconteceu, casei na Mairie (prefeitura) e houve um cortejo até a igreja, do qual eu não participei pois preferi  trocar de vestido antes! A cerimônia religiosa foi muito emocionante, não sabia que os franceses gostavam tanto de casamento! Após a cerimônia houve um cortejo lindo até o local da festa, que foi num campo de Golf aqui mesmo das redondezas…..

Pois bem, moça casada, tudo lindo, tudo “certo”, já estou de volta à França e já enviei minha documentação para oficializar tudo, mas….. E AGORA? Como proceder pra “virar gente” por aqui? No quesito profissional eu digo! Aí que entra meu turbilhão de dúvidas!

Eu sou formada no Brasil em Letras (português/Literaturas). Como posso pedir equivalência de diplomas aqui? Se é que existe para a minha área! Eu quero muito fazer pós graduação aqui, mestrado eu digo, para tanto preciso fazer equivalência do meu diploma primeiro ou não precisa? E emprego, por onde começo a procurar….. Vejo meninas falando de uns órgãos que orientam sobre isso mas…. Não sei qual o primeiro passo a dar! Para onde ir!

Eu não falo francês ainda, mas já estou estudando…. E penso em começar o mestrado já no Ano que vem e trabalhar para ontem!

Até lá queria já está sem dúvidas nesse assunto! Sei que é muita coisa, mas se puderem me ajudar em parte dessas dúvidas eu já agradeço enormemente!

Com dúvidas e muita esperança, Joseane Moura.”

” Ola Joseane, primeiramente parabéns pelo casamento..as fotos são lindas e emocionantes…
Com relação as suas dúvidas profissionais e ao mestrado, tente fazer primeiro um curso de francês, quem sabe apenas como aluno-ouvinte no curso que você escolheu da universidade que você escolher (ou mais próxima). Antes, verifique bem o que precisa para fazer a sua inscrição no Master pois os processos de inscrição começam cedo, lá pelo mês de abril/maio. Pense também na escolha do curso e com que área você gostaria de trabalhar aqui na França. Aqui tem muita oportunidade bem diferente do Brasil. Estes tempos atrás vi um um anúncio para professor de Português em uma universidade de Grenoble. Deve ter este tipo de oportunidade aí perto de você também. Sou da área jurídica mas também sou tradutora juramentada aqui na França. Se precisar de tradução ou de mais informação estou a disposição. Abraço, Letícia “
Leticia G. é tradutora juramentada e advogada, mais informações sobre questões jurídicas pelo site@naprovence.com
Procurando hospedagem ? 

Clique aqui e veja com quem trabalhamos: Booking. 

A nossa assessoria é gratuita para todos os clientes que optam por se hospedar com os nossos parceiros. Além de contar com a consultoria de quem conhece e mora na Provence, você não paga mais nem um centavo por isso.

Aguardamos o seu mail caso tenha alguma dúvida de como funciona o nosso serviço: site@naprovence.com.

Tags:, , , ,

13 Replies to “Casei na França, e agora?”

Samuel Lopes
8 outubro 2014
Leticia / NaProvence, bonjour Meu nome é Samuel Lopes. Namoro com uma francesa faz mais de 2 anos e meio e temos intenção de nos casar em um futuro próximo. No momento não vivemos no mesmo país por nossos empregos. Pois bem, estou tentando identificar as diferenças legais entre casar no Brasil ou casar na França, em termos de documentação para o casamento e cada um solicitar a cidadania do outro após o matrimônio. Poderia me apresentar uma introdução sobre essas diferenças e qual seria o caminho "mais fácil"? Casar aqui ou lá? Com respeito a filhos, pesquisei que em caso de um filho de brasileiro nasça fora do Brasil, para registra-lo como brasileiro, basta ir no consulado do Brasil e fazer tal. E para o contrário? Caso tenhamos um filho aqui no Brasil, somente seria ir necessário ir no consulado francês para registra-lo e o mesmo ter as 2 cidadanias? Muito obrigado pela atenção e pela iniciativa com o blog! Atenciosamente
Responder
    Anaté Merger
    4 dezembro 2014
    Ola Samuel, Existe burocracia nos dois países, tradução, documentos solicitados em consulados etc, pedido de visto. Então o mais importante é vocês escolherem o lugar que gostariam de fixar residência e seguir a burocracia para o casamento. Com relação a filhos tanto no Brasil como na França os filhos poderão solicitar a dupla cidadania. Qualquer entre em contato conosco pelo email : lecardosogra@gmail.com. Abraço, Leticia Gra Jurista e tradutora juramentada na França
    Responder
Nereida
11 outubro 2014
Oi Leticia estou muito cheia de dúvidas a 4 anos namoro um frances e queremos casar mas a 2 estou no Brasil por motivos medicos e volto agora para frança antes vivi 2 anos e meio com visto de estudante , mas eu perdi. Agora vou passar os tres meses e queria saber tudo que preciso de papel para poder casar ou se e melhor para mim casar no Brasil em maio. Porem estou na esperan,ca que ocorra nesses 90 dias e queria arrumar o que for necessario no Brasil ja que ainda estou aqui e o que e necessario la. Ficarei muito feliz com a ajuda . Muito grata
Responder
    Anaté Merger
    4 dezembro 2014
    Ola Nereida, Trabalho com a Anatê no site Na Provence. Você pode casar na França porem para ficar legal devera retornar ao Brasil para solicitar o visto de long séjour. Caso não for possível, após 6 meses do casamento, você poderá solicitar o visto de long sejour na própria França. Qualquer coisa entre em contato. Abraço, Leticia
    Responder
Renata
14 abril 2015
Boa tarde a todos. estou desesperada com tantas dúvidas e gostaria que me ajudassem a esclarecer o máximo que der. Bom, tenho um noivo na França, e pretendo ir para lá daqui a dois meses para nos casarmos. Confirmei ja a documentação necessária para o casamento mas a moça da embaixada disse que eu se vou casar nao preciso do visto, mas logo após o casamento devo retornar ao Brasil para poder regularizar minha documentação. É realmente necessário voltar ou posso resolver isso por lá mesmo? Como vou inicialmente para passar os três meses, logo após o casamento posso solicitar o visto de long sejur e vou poder trabalhar normalmente? Corro algum risco de ficar ilegal mesmo me casando dentro de três meses? Ficarei grata se conseguirem me ajudar.
Responder
    Anaté Merger
    4 maio 2015
    Olá Renata, Sou tradutora/advogada e parceira da Anatê no site NaProvence. Vamos às suas dúvidas: teoricamente sim você terá que voltar ao Brasil para solicitar o visto de long séjour após o casamento. Existe uma exceção que infelizmente te obriga a ficar alguns meses ilegal na França. Após 6 meses de residência na França e o casamento sendo realizado na França com um francês você poderá solicitar o seu titre de séjour. Se você voltar ao Brasil para regularizar tal situação pode ser que o processo seja mais rápido porém não sei quanto tempo o Consulado está levando para conceder tal visto para esposa de francês. Fico à disposição. Atenciosamente, Leticia GRA
    Responder
    Monique
    6 setembro 2017
    Oi Renata tudo bem, gostaria de saber se você retornou ao Brasil ou ficou por aqui os 6 meses de residência ilegal? Se ficou aqui gostaria muito de algumas informações, sobre como foi o pedido, documentos, quanto tempo foi para obter o visto long sejour? Ou se alguém souber dessas informações não deixe de compartilha aqui nos comentários!! Obrigada .
    Responder
Daniela
21 setembro 2017
Olá. Se meu namorado é brasileiro, mas possui o titre de sejour há um mês, o casamento teria as mesmas condições que um casamento com um francês? A união estável no Brasil, garante algum beneficio na França?
Responder
    Na Provence
    25 setembro 2017
    Bom dia Daniela, Infelizmente não seriam as mesmas condições que um casamento com um francês. Teria que verificar o motivo do titre de sejour do seu namorado. A União estavél pode garantir porém depende também do tipo de visto do seu namorado. Atenciosamente, Leticia
    Responder
Camila
29 novembro 2017
Bom dia! Casei na França durante os 3 meses como turista e meu marido é francês. Vou retornar ao Brasil para fazer o pedido do visto de conjoint de français. Após a solicitação do visa de long séjour conjoint de français no consulado da França em São Paulo, é preciso retornar ao consulado uma segunda vez para retirar o passaporte com o visto ou eles enviam por correio ? Outra pergunta: ao chegar na França já com o visto, após a visita ao OFII, já é possível se inscrever na sécurité sociale ? Isso se faz automaticamente ? Obrigada :) Bonne journée
Responder
    Na Provence
    28 maio 2018
    Boa tarde Camila, Geralmente você tem que retornar ao Consulado para pegar o visto e depois você pode se inscrever na sécurité após pegar a a vinhete no office.
    Responder
Pedro
5 dezembro 2019
Ola, eu estou em Portugal a algum tempo, e estou à espera do meu visto. Mas de tanta demora decidimos morar na França, ele francês pensamos em fazer a Pacs, mas depois pensamos que casar poderia ser mais rápido, sabes me dizer se é após os três meses de turista aqui a gente casar, e comprovarmos que moramos juntos a algum tempo é válido? E se esses meses que estamos juntos podem ser somados para a Pacs. Ficaria grato se me tirasse essa dúvida.
Responder
    Na Provence
    9 dezembro 2019
    Bom dia, Se vocês forem casar, e ficar na França depois do casamento, você terá que esperar 6 meses ou provar que vocês moram juntos há 6 meses. O caminho recomendado é retornar ao Brasil e solicitar o visto no Consulado francês. Com o PACS, você terá que esperar no mínimo um ano para solitar o visto na Prefecture na França. Atenciosamente, Leticia
    Responder

Deixe um comentário

Nota: Os comentários no site refletem as opiniões de seus autores, e não necessariamente as opiniões do portal de internet NaProvence. Você deve abster-se de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem aviso prévio ou explicações.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *