Tel: +33 44 226 4034 • Cel: +33 60 901 4797 • Fax: +33 44 227 2862 site@naprovence.com
Horário local: 19:06 hrs • Atendimento em horário comercial (das 9:00 às 17:00 hrs)

Agência de Viagem

 
Escolha uma Página

Uma floresta de clima oceânico, uma gruta mística e uma lenda fazem da Sainte-Baume um local único na Provence.

O nosso destino fica a 41Km de Aix-en-Provence, logo depois da cidade de Saint-Maximin-de-la-Sainte-Baume. Ao longo da estrada N560, vemos pinheiros, vinhas, algumas ruínas e a tradicional floresta mediterrânea com as plantas e os arbustos carecterísticos da região. Seguimos na direção de Nans-les-Pins pela D80, passamos pelo clube de golfe, atravessamos a cidade e continuamos até Plan d’Aups, quando começamos a subir em uma estrada sinuosa e estreita, praticamente sem barreiras de proteção e sinceramente desaconselhada aos menos experientes ao volante.

Aos 700m entramos na Sainte-Baume (1147m, o ponto mais alto da Provence), a Santa Gruta em provençal. Na bifurcação você tem duas opções: estacionar imediatamente ou seguir no sentido centro da cidade para ir em direção à Hôtellerie de la Sainte-Baume, alguns metros mais longe.

Na entrada da floresta uma árvore morta funciona como um tótem de boas-vindas. Nesse momento você pode escolher entre dois caminhos: o chemin des Roys com subida íngrime e mais longo, cinquenta minutos para chegar na gruta, ou a opção mais curta – apenas  dez minutos – o chemin du Canapé que tem várias escadarias feitas na pedra e não é uma boa pedida para quem tem dificuldade de mobilidade, para quem está com um carrinho de bebê ou em cadeiras de rodas. Escolhemos o Caminho dos Reis, nome dado em consequência da peregrinação de reis e rainhas que passaram por aqui desde o século XV para orar na gruta onde, segundo a lenda provençal, Santa Maria Madalena teria vivido os últimos trinta anos de vida como eremita depois de fugir da Palestina.

Continuamos subindo e a cada metro andado nos damos conta das particuliaridades desse local, que além do clima – dentro da floresta é sempre muito mais fresco que do lado de fora e a vegetação é bem mais fechada do que a da floresta mediterrânea habitual – e das lendas, a Sainte-Baume também é uma curiosidade geológica. As camadas mais recentes estão no interior da montanha e não no exterior como acontece normalmente. Deixando as complexas questões geológicas de lado, passamos por oratórios, pela fonte dos anões, por turistas e peregrinos vestidos com roupas leves, sapatos pesados, chapéus e apoiados por bastões de caminhada.

O silêncio se instala naturalmente e a subida continua até chegarmos a uma vista excepcional. A gruta foi transformada em um local de culto, com altar, imagens e velas à disposição para quem quiser deixar um recado, um agradecimento, uma oração para a Santa. Em um cofre transparente uma relíquia nos lembra que ela repousa hoje na basilica de Saint-Maximin-de-la-Sainte-Baume, depois que a tumba foi descoberta por Charles II. Fato histórico que nunca foi comprovado mas que recebeu as bençãos do Vaticano. Verdade ou não a visita é mais do que um passeio é um momento para que cada um se dedique à sua crença, seja ela qual for.

Procurando hospedagem ? 

Clique aqui e veja com quem trabalhamos: Booking. 

A nossa assessoria é gratuita para todos os clientes que optam por se hospedar com os nossos parceiros. Além de contar com a consultoria de quem conhece e mora na Provence, você não paga mais nem um centavo por isso.

Aguardamos o seu mail caso tenha alguma dúvida de como funciona o nosso serviço: site@naprovence.com.

Compartilhe o encanto da Provence!Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Pin on Pinterest
Pinterest
0Email this to someone
email

10 Comentários

  1. Vanessa

    Olá!
    Estou retribuindo a sua visita! Adorei o seu blog e quando eu for a Aix com certeza vou achar um monte de informação aqui. Parabéns!
    bj!
    Vanessa

    Responder
    • AnaTe

      Oi Vanessa, obrigada pela visita! Volte sempre! Beijos.

      Responder
  2. Helena

    É uma ótima dica da Provence. Estive lá em 2005, adorei a paisagem…

    Responder
  3. conceição freitas

    estive em setembro na Provence e fiquei encantada com a vida calma e tranquila. Conheci Aix, Arles, Baux, St Remy, Isle sur la Sorgue, Chateaunef du Pape, Menerbes, lacoste, Rousseilon e Gordes. Cada cidade mais linda que a outra com suas caracteristicas proprias. O clima estava otimo e pudemos caminhar pelas ruelas , parar para curtir cada local sem pressa. Obrigado pelas dicas, foram bem valiosas

    Responder
    • AnaTe

      Oi Conceiçao, setembro é mesmo uma das melhores época para se conhecer a Provence, ainda estamos no verao, mas podemos visitar tudo com muito mais calma. Que bom que gostou da sua viagem, espero que possa voltar à Provence para continuar conhecendo a regiao. Beijos e até breve!

      Responder
  4. Pryscila Gashi

    Ana,
    desde que cheguei aqui procurava detalhes de como chegar a gruta.
    Fiquei muito feliz de ter encontrado aqui!
    Beijos

    Responder
    • AnaTe

      Um lindo passeio que recomendo sempre, mas evite ir no inverno, faz muito frio. A nao ser que decida acompanhar a missa de Natal, o que deve ser muito bonito. Beijos!

      Responder
  5. Evangelina Sugimoto

    Gostaria de receber orientações de como chegar lá a partir de Paris. Há alguma empresa de turismo que organiza a viagem ? Como ir de trem ? Grata

    Responder
  6. Maria Ester

    A floresta de Saint Baume é encantadora e chegar na Gruta e imaginar que ali viveu um ser tão iluminado faz desse momento algo inesquecível. Recomendo muito esse passeio, muita emoção. Obrigada Anaté ! Realizei algo que muito desejava fazer.

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Persa Brasileiro na Provence Impressões de uma viagem à Provença enviadas por uma leitora do “Persa Brasileiro na Provence”. - [...] lugar que foi muito especial para nós foi conhecer La Sainte Baume a gruta onde Santa Maria Madalena teria…

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.