Contato : +33 (0)4 42 26 40 34 WhatsApp : +33 (0)6 09 01 49 97

Conhecendo os hábitos alimentares dos franceses.

Francês gosta de vagem, e muito. Esse é um dos principais acompanhamentos que vi por aqui desde que cheguei na Provence, em 2004. Os haricots verts – a nossa vagem – fazem companhia para o frango, para as batata, para o salmão, para o que vier sem cerimônia. No trabalho, cansei de ver as colegas abrindo as latas com os haricots verts prontos para serem devorados com presunto. A pausa do almoço se tornou um momento quase sagrado de observação, para os dois lados. Eu querendo descobrir e aprender o que os franceses da Provence têm como hábitos alimentares, eles curiosos e desconfiados de combinações “à brasileira” como arroz com batata-frita. Uma das primeiras observações tem justamente a ver com isso : pelo que andei vendo o prato principal é feito de uma carne e de um acompanhamento. Um, e não dois ou três. Se tem batata, não tem arroz, se tem arroz, pode tentar falar português ou outra língua por que francês não é de comer arroz. Entre as minhas colegas apenas uma aparece muito de vez em quando com um pratinho tímido do feculante e se o arroz é limitado pode esquecer o nosso feijão. Feijão por aqui só no cassoulet, um prato que parece com a nossa feijoada, mas que usa feijões vermelhos. No supermercado é possível encontrar algumas variedades, mas esqueça o preto e os sacos de mais de um quilo. E por favor, cada coisa na sua época. Nada de comer cassoulet no verão, o prato é de inverno e não se fala mais nisso. As estações são bem marcadas e o que vejo à mesa em cada uma também : quando faz calor as saladas, o tomate, frutas com presunto, os peixes (muito salmão) e as sobremesas leves – iogurtes, saladas de frutas –  reinam ; no frio, os pratos ganham em calorias e os ensopados, as massas e as sobremesas mais encorpadas entram em cena. Independente do clima, o azeite de oliva reina soberano para dar gosto em qualquer salada, não se usa manteiga na fritura, apenas oléos mais leves como o de colza ou de girassol e se come pouco deixando espaço para o pão com queijo no final da refeição, sagrado nos fins de semana e nas reuniões de família. Nunca vi nada parecido com os pratos gigantescos que transbordam para todos os lados comuns em self-services no Brasil e a impressão que tenho é que se come muita verdura e muitos legumes, sempre, seja qual for a estação.

Procurando hospedagem ? 

Clique aqui e veja com quem trabalhamos: Booking. 

A nossa assessoria é gratuita para todos os clientes que optam por se hospedar com os nossos parceiros. Além de contar com a consultoria de quem conhece e mora na Provence, você não paga mais nem um centavo por isso.

Aguardamos o seu mail caso tenha alguma dúvida de como funciona o nosso serviço: site@naprovence.com.

Tags:, , ,

4 Replies to “Conhecendo os hábitos alimentares dos franceses.”

Aglais B Trennepohl
30 outubro 2010
Amiga querida!! Podias colocar umas receitinhas de vez em quando, né? Mesmo ainda morando num hemisfério diferente posso tentar alguma coisa nova... Como está o friozinho por aí? Aqui o calor já está se mostrando - e eu começando a sofrer... bjos enormes!!
Responder
Walter Leite
3 novembro 2010
Gosto muito de Salmão, da vagem não sou chegado. Em geral, o Francês se alimenta muito bem, tem bom paladar e é fino e educado, isso foi o que percebi.
Responder
Pryscila Gashi
15 novembro 2010
Ana, acho que a família que estou não é francesa. hehehe Arroz quase todos os dias, nunca vejo eles usarem azeite de oliva (eu quem uso em tudo) e verduras? Congeladas muito às vezes. hehe
Responder
    AnaTe
    16 novembro 2010
    Que sorte menina! Arroz quase todo dia! Realmente eles devem ter um pézinho no Brasil ou na Asia. Quanto aos legumes congelados nao ha nenhum problema, tb uso muito, é bem mais pratico. So estranho o azeite...Tem certeza de que eles sao mesmo aqui do sul? De qualquer maneira, aproveite essa experiência que com certeza vai deixa-la muito mais aberta a qualquer sabor. Beijos!
    Responder

Deixe um comentário

Nota: Os comentários no site refletem as opiniões de seus autores, e não necessariamente as opiniões do portal de internet NaProvence. Você deve abster-se de insultos, palavrões e expressões vulgares. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário sem aviso prévio ou explicações.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são assinados com *